quarta-feira, 26 de novembro de 2014

MODELO V: RELATÓRIO INDIVIDUAL DE ALUNO (EDUCAÇÃO INFANTIL)

                                                        Resultado de imagem para imagens peppa pig

Ana Eduarda teve um excelente desenvolvimento no decorrer deste ano. Além de escrever o próprio nome, consegue escrever o nome de todos os colegas da turma, copiando-os do cartaz que está afixado na parede da sala, realizando esta atividade espontaneamente e com alegria. Tem grande interesse pela escrita de palavras e números, por ouvir histórias e manusear livros, o que certamente será um facilitador em seu processo de alfabetização nas próximas etapas da escolaridade. Está sempre pronta a ajudar as professoras, demonstrando interesse por tudo o que fazem e falam, pois é muito observadora e está atenta aos mínimos detalhes acerca de tudo o que acontece em sala. Se expressa bem e tem boa comunicação, inclusive consegue transmitir recados das professoras para outros adultos do CEI e  vice-versa. Escrever, desenhar, pintar e manusear livros estão dentre suas atividades favoritas. Gosta tanto de realizar as mesmas que às vezes até se oferece para pintar ou desenhar para os amigos. Participa de todas as atividades propostas, com grande interesse e capricho. Em relação ao cuidar de si, tem construído progressiva autonomia em relação ao uso do banheiro, conseguindo higienizar-se sozinha, com supervisão da professora ou outro adulto. Brincar no cantinho da beleza também lhe agrada muito, adora passar maquiagem (que muitas vezes traz de casa) e maquiar as amigas, porém gosta de escolher as meninas que irá maquiar, deixando algumas de lado, às vezes; nesse momento é preciso intervenção da professora para que maquie todas igualmente. Dançar é outra atividade que realiza com muita desenvoltura, por exemplo, sabe todas as coreografias e letras das músicas infantis da cantora Aline Barros. Nas rodas de contagem, já recita a sequência numérica até 10 ou mais (com ajuda) e consegue contar sozinha a quantidade de colegas presentes no dia. Quando a professora faz o registro da quantidade de crianças na lousa, fica muito atenta e já reconhece a escrita de alguns números. Na hora do descanso, demora muito a adormecer e às vezes nem dorme. Ana tem total autonomia na hora de se vestir e gosta de escolher sozinha as roupas e calçados que irá usar. Estes três anos que Ana Eduarda passou no CEI foram muito importantes para seu desenvolvimento e aqui ela vivenciou inúmeras experiências e aprendizados que com certeza levará para a vida toda, tais como: aprender a dividir, a ouvir o outro, a aguardar sua vez para falar, a conviver com outras crianças e suas diferenças, a desenvolver o gosto pela leitura, a respeitar regras e rotina, desenvolver noções de cuidados em relação ao cuidar de si, do outro e do ambiente, dentre muitos outros. Ela está se desenvolvendo mais a cada dia e crescendo muito rápido, portanto família não deixe de aproveitar cada minuto com sua filha: brinque, cante, leia histórias, leve ao cinema, parque, praças, museus, enfim, viva intensamente esse momento único que é a infância!


 Autoria: Priscila A.

MODELO IV : RELATÓRIO AVALIATIVO DE ALUNO (EDUCAÇÃO INFANTIL)


Resultado de imagem para peppa pig IMAGENS


Larissa ao acordar toma o leite, vai ao banheiro, lava as mãos, volta para a sala e ajuda na organização da mesma após o sono: tira o lençol do colchão, dobra o edredom e entrega o colchão em que dormiu para que a professora guarde. Na roda de conversa sabe ouvir os amigos e espera com paciência sua vez de falar. Gosta de contar assuntos do cotidiano familiar, onde comenta sobre o avô, avó, pai, irmão e também sobre suas personagens favoritas, que são as “Princesas”, da Disney. Sabe nomeá-las e sempre diz que um dia irá “virar” uma princesa; sua favorita é a Branca de Neve. Às vezes comenta sobre algumas características das personagens e até mesmo conta alguns trechos de suas histórias. Diz frequentemente que sua mãe irá à feira comprar um DVD de determinada princesa. Outro dia contou para as professoras que sua mãe irá comprar “asas” e uma “varinha mágica” para ela “virar” uma fada e assim transformar as meninas em princesas e os meninos em príncipes. Certa vez mostrou um chaveiro de fada para as professoras e disse que a mesma não tinha mãos nem pés. Ao ser questionada sobre como a fada iria fazer para andar, respondeu que ela não precisava de pés, pois tinha asas e iria voar. Larissa é uma menina muito carinhosa, sensível, criativa e apegada à família; um dia seus olhos encheram de lágrimas ao falar sobre o irmão e frequentemente diz que gostaria de estar em casa com o pai. Na roda de música quando lhe é solicitado que escolha uma canção, na maioria das vezes escolhe “Atirei o pau no gato”, demonstrando ser essa a sua preferida, embora tenha um repertório musical bastante amplo. Em brincadeiras com brinquedos de montar, costuma representar escadas, torres, montanhas, coroas, provavelmente remetendo-se ás histórias de contos de fadas que tanto aprecia. Os momentos de leitura à encantam, sendo que presta bastante atenção em cada detalhe da história e até consegue recontar alguns trechos da mesma depois. Ao manusear livros ou gibis, o faz cuidadosamente, virando delicadamente cada página e observando atentamente os detalhes, contando a história para os amigos ou mesmo “lendo” individualmente. No solário explora cada canto e brinquedo, tais como: casinha, escorregador, cavalinhos, mas seu predileto é o velotrol. No parque igualmente explora todos os espaços, mas gosta mesmo é de brincar com panelinhas e areia, fazendo “comidinha” na sua “casa”. Não tem dificuldade em emprestar brinquedos, bicicleta ou velotrol, caso esteja andando. Também cede sua vez na balança para um colega sem problemas. Dentre todas as crianças da classe, demonstra maior afinidade e admiração pela Melissa. Procura estar ao lado da amiga o tempo todo e tudo o que esta faz, Larissa tenta fazer também: ficar com os cabelos soltos como os da Melissa, colocar vestido, enfim, tenta sempre estar parecida. No refeitório guarda lugar para ela e também para a Beatriz. Faz questão de sempre sentarem juntas. Algumas vezes fala para as outras crianças “Você não é minha (eu) amiga (o). Minha amiga é só a Melissa (e a Beatriz).” Nestes momentos é preciso intervir, dizendo que todos da classe são amigos e devem brincar juntos, sentarem perto um do outro, dividirem os brinquedos. Na hora da refeição, Larissa se serve sozinha sem derrubar comida na mesa. Geralmente come tudo o que coloca no prato e, das sobremesas servidas, gelatina é sua favorita. Na hora da troca, sabe escolher a roupa que irá vestir, sendo que gosta muito de calça legging com blusinha ou vestido, e se troca sozinha. A cada dia que passa Laryssa tem desenvolvido mais suas diversas habilidades, crescendo de maneira saudável e feliz.



Autoria: Priscila A. 

MODELO III - RELATÓRIO INDIVIDUAL DE ALUNO (EDUCAÇÃO INFANTIL)

                                                    Resultado de imagem para peppa pig


De acordo com o planejamento anual do CEI que tem como as áreas do conhecimento as múltiplas linguagens e a arte de conhecer, brincar e ouvir histórias, através das diferentes culturas, priorizamos neste semestre os eixos temáticos de autonomia e identidade, o cuidar de si e do outro, o brincar e imaginar, a expressividade da linguagem corporal e verbal e o aprimoramento do conhecimento matemático e cultural à fim de valorizar o respeito às diferenças étnico-raciais.

            Ana Eduarda teve uma adaptação muito tranquila no início do ano, mesmo porque já frequenta o CEI desde o berçário. É uma criança muito observadora e calma. Ao chegar à sala, pela manhã, guarda sua mochila e vai junto da professora, ver o que esta está fazendo. Nem sempre vai brincar com as outras crianças, pois prefere brincar sozinha ou ficar perto da professora. Já reconhece o próprio nome e o dos amigos. Com ajuda, já consegue escrever seu nome sozinha. Adora ouvir e contar histórias; manusear livros está entre suas atividades prediletas. Também gosta muito de atividades de pintura com guache e massa de modelar. No parque gosta muito do tanque de areia, onde pega as panelinhas para fazer “bolo” e “comidas”. Na roda de música, costuma cantar somente as músicas que mais lhe agradam, se não gosta de uma canção simplesmente não canta.Quando solicitada, escolhe uma música para cantar com os amigos. Algumas vezes percebemos que ela não canta com os amigos durante a roda, porém fica cantando sozinha, no meio de alguma brincadeira ou atividade. É muito prestativa com as professoras e sempre quer ajudá-las e descobrir/observar o que estão fazendo. Quando as mesmas estão escrevendo alguma coisa, observa atentamente e com curiosidade, demonstrando grande interesse por situações de escrita. Não gosta muito de ajudar na organização da sala, guardando brinquedos e outros objetos; só o faz após muita insistência. No horário das refeições se alimenta bem, se serve sozinha e come de tudo um pouco, menos salada. Na hora do descanso, demora bastante para adormecer e às vezes nem dorme, antes fica virando de um lado para o outro no colchão. Geralmente não gosta muito de assistir DVD de desenhos, só musicais; se o que está sendo exibido não lhe agrada, também não presta atenção. Aconselhamos a família a continuar incentivando o gosto pela leitura, lendo histórias para  Ana Eduarda  sempre que possível e levá-la para visitar bibliotecas públicas, parques, cinemas e museus, ampliando seu universo cultural.

Autoria: Priscila A.

MODELO II - RELATÓRIO INDIVIDUAL DE ALUNO (EDUCAÇÃO INFANTIL)

                                               Resultado de imagem para peppa pig


De acordo com o planejamento anual do CEI, que tem como as áreas do conhecimento as múltiplas linguagens e a arte de conhecer, brincar e ouvir histórias, através das diferentes culturas, priorizamos neste semestre o trabalho com  os eixos temáticos de autonomia e identidade, o cuidar de si e do outro, o brincar e imaginar, a expressividade da linguagem corporal e verbal e o aprimoramento do conhecimento matemático e cultural à fim de valorizar o respeito às diferenças étnico-raciais.
            (CRIANÇA) teve uma adaptação muito tranquila no CEI, pois já frequenta esta instituição desde o berçário. Ao chegar todas as manhãs, guarda seus pertences e vai brincar com os amigos, geralmente com algum brinquedo que trouxe de casa, quase sempre um carrinho. É uma criança muito comunicativa, esperta e bem carinhosa com as professoras. Demonstra bastante interesse pela descoberta de letras e escrita das palavras. Reconhece o próprio nome e o dos amigos e já consegue escrever seu nome. Consegue também contar alguns objetos e/ou pessoas, estabelecendo relação número x quantidade (desde que em pequenas quantidades, até 5). Reconhece algumas letras, números e cores. Gosta muito de atividades de desenho e pintura, seja com lápis, giz de cera, canetinhas ou tintas. Ao pintar um desenho, o faz com muito capricho e escolhe cuidadosamente as cores que irá utilizar. Na hora das refeições, geralmente come só arroz com um pouquinho de caldo (ou de carne ou de feijão). Toma bastante líquido e come a maioria das frutas que são servidas. No parque gosta de brincar com pneus, arrastando-os de um lado para o outro, de jogar bola, correr livremente, com o carrinho de mão, cheio de areia. Às vezes ajuda a guardar brinquedos e organizar a sala espontaneamente, outras vezes é preciso insistir um pouco para que ajude. Gosta sempre de ser o primeiro da fila e de segurar na mão da professora nos momentos em que se faz necessário este tipo de organização para deixar a sala ou outro ambiente. Aprecia muito os momentos de ouvir histórias e manusear livros, inclusive algumas vezes traz livros de casa para “ler” na escola junto com os amigos. No início do ano não gostava de emprestar seu livro para os demais, agora já empresta mais facilmente. Ao folhear um livro, o faz com muito cuidado, atentando-se às ilustrações de cada página. Nas rodas de música, ora canta, ora fica ouvindo os amigos cantarem. Gosta muito de músicas e histórias em que o Lobo Mau esteja presente. Às vezes demonstra um pouco de dificuldade em dividir brinquedos e objetos, fazendo-o com o convencimento das professoras. Ao ser contrariado, precisa de um tempo sozinho para se acalmar, mas ultimamente tem conseguido lidar melhor com as frustrações. Aconselhamos a família a continuar incentivando o gosto pela leitura, lendo histórias para  (CRIANÇA)  sempre que possível e levá-lo para visitar bibliotecas públicas, parques, cinemas e museus, ampliando seu universo cultural.

Autoria: Priscila A.







Modelo - Relatório Individual Educação Infantil

* obs: Modelo de relatório avaliativo de uma criança de berçário, ao final do segundo semestre, de minha autoria.




                                            

Neste segundo semestre, demos continuidade às atividades de roda de música, roda de história, brincadeiras dirigidas e proporcionamos as experiências e o contato com diversos  papeis, tintas, giz de cera e de lousa, com o intuito de desenvolver a criatividade. Por meio das encenações teatrais, DVD e CD contribuímos para a ampliação da imaginação das crianças. Em relação aos cuidados, estimulamos as mesmas a adquirirem autonomia, incentivando-as ao aprendizado da forma correta de se alimentarem sozinhas, fazendo o descarte dos restos de alimentos em recipientes próprios. Também dos hábitos higiênicos, bem como lavar as mãos, antes e após as refeições, após as brincadeiras e o uso correto do banheiro. O desfralde ocorreu de maneira tranquila e neste momento é muito importante para consolidar essa autonomia.

(NOME DA CRIANÇA) apresentou um desenvolvimento bastante significativo neste segundo semestre. Sua linguagem verbal a cada dia tem desenvolvido mais, o repertório de palavras tem crescido progressivamente e já formula frases completas, expressando suas emoções e sentimentos, relata pequenos fatos de seu cotidiano familiar e situações diversas ocorridas em sala de aula, tanto com ela quanto com os amigos. É uma criança tranquila, raramente se envolve em conflitos com os demais, costuma ceder sua vez nos brinquedos e brincadeiras sem maiores problemas, quando necessário. Colabora com a organização da sala de aula, ajudando a guardar brinquedos e outros objetos. Participa com muito entusiasmo das rodas de música, sugerindo algumas de suas canções prediletas. Aprecia os momentos de rodas de histórias, sejam com livros, fantoches ou outros recursos. Ao final de histórias lidas pelas professoras, sempre solicita o livro para que possa manuseá-lo, observando atentamente cada ilustração e recontando alguns trechos das mesmas. Seu personagem preferido é o Lobo Mau, que aparece inclusive em suas brincadeiras nos espaços externos do CEI, onde o imita ou finge que algum colega é o personagem. Em suas brincadeiras de faz de conta, percebe-se sua predileção por bonecas e bolsas, onde representa o papel da “mamãe” com sua “filha”, em diferentes situações, como passear, ir ao médico, ir à escola... Nas atividades de pintura e desenho, tem bastante concentração e demonstra grande prazer em realizá-las., manuseando objetos e papéis corretamente. No solário gosta muito de brincar na casinha e escorregador, já no parque aprecia brincadeiras com areia e potinhos, bem como correr, saltar, pular e brincar livremente. Na hora das refeições, procura comer de tudo um pouco do que lhe é oferecido, porém seu prato preferido é sopa. Come bem as frutas em geral, mas maçã e banana são as que mais gosta. Seu processo de desfralde foi bem tranquilo, usa fraldas somente na hora do sono e às vezes para ir embora. Costuma avisar as professoras quando está com vontade de usar o banheiro, somente algumas vezes acontecem “escapes”, em situações em que está completamente envolvida em suas brincadeiras, o que é absolutamente normal nessa fase. (NOME DA CRIANÇA) é muito observadora e curiosa, sempre fazendo perguntas diversas às professoras sobre diferentes fatos. Enfim, (   CRIANÇA          ) teve momentos significativos neste ano, onde lhe foi propiciado diferentes oportunidades de interação com crianças, adultos, objetos e participou de um processo contínuo de muita aprendizagem, contribuindo para que tenha uma infância saudável e feliz.

quarta-feira, 14 de maio de 2014

BERÇÁRIO - O QUE TRABALHAR?

Em classes de berçário, onde estão crianças de uma faixa etária bem pequena – de 4 meses a 1 ano e meio, é comum que estes fiquem em tatames, sem um trabalho mais específico, voltado para o aprendizado sistemático.
 
É errado pensar que não existem formas de trabalhar com esses pequenos ou que eles devem apenas ficar num espaço com brinquedos dispostos para distraí-los.
Devemos considerar que o brincar é a atividade mais importante para o desenvolvimento infantil, mas desde que estes tenham contato direto com materiais que favoreçam o reconhecimento das diferentes sensações, cores, formas, além de conviverem com outras crianças, ampliando seu contato social com pessoas e com o mundo que a cerca.
Existe uma boa quantidade de materiais, objetos que podem ser explorados nas salas de berçário.
Podemos classificá-los de acordo com as necessidades das crianças ou de suas primeiras aprendizagens, como diferentes texturas, cores, formas, sons, tamanhos, dentre vários outros.
As professoras, juntamente com as auxiliares de sala, podem montar caixas de materiais a serem explorados pelas crianças.

A diversidade dos materiais varia de acordo
com os interesses das professoras
Para as texturas podem juntar pedaços de lixa, tecidos, algodão em bolinhas, buchas que contenham duas faces – uma áspera e outra lisa, massinha caseira, novelos de lã, etc.
Os tamanhos podem ser trabalhados com potes, latas, garrafas PET, argolas de plástico, almofadas pequenas e grandes, bolas de diversos tamanhos, blocos do tipo lego, carrinhos de diversos tamanhos, bonecas variadas e muitos outros.
Para se trabalhar cores é importante que os materiais apareçam também nas mais variadas delas, para que os alunos tenham contato com a diversidade das mesmas. Porém, nessa faixa etária o principal é trabalhar com as cores primárias – vermelho, azul e amarelo. Potes e embalagens de produtos alimentícios, como os sorvetes, são próprios para esses momentos. Os produtos de higiene e limpeza também possuem uma coloração mais forte, facilitando o trabalho e o possível entendimento das crianças.
Alguns instrumentos musicais são adequados, pois além de trabalhar os diferentes sons, incentivam a concentração dos pequenos. Chocalhos, pandeiros, tambores, podem ser feitos com materiais reciclados, diminuindo ainda os custos da instituição. Alguns apitos fazem sons de passarinhos e distraem bastante os alunos.
É importante que os materiais sejam dispostos pela sala, mas de forma classificada, onde cada dia se trabalha com um conceito, até mesmo para que as crianças tenham, a cada dia, acesso a um material diferente.
Além de deixar as crianças manuseá-los, as professoras devem mostrar as diferenças existentes entre os mesmos. Dessa forma, os conteúdos de educação infantil tornam-se adequados para um bom trabalho com bebês.
 
 
Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola
 
 

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

JOGO: FEIJÕES MÁGICOS


Material: Saquinhos, feijões, papel e lápis

Jogadores: Três ou quatro alunos

Desenvolvimento: 
* Entregue para cada aluno um saquinho (que não deve ser transparente) com três feijões dentro, lápis e papel para o registro.
* Coloque no centro da mesa um recipiente com feijões e um dado.
* Antes de iniciar o jogo, dê a seguinte ordem: "Cada um de vocês tem dentro do saco três feijões mágicos, já colocados por mim. Um por vez, cada um irá lançar o dado e acrescentar no saco tantos feijões quantos saírem no dado. Depois farão o que acharem necessário com o lápis e o papel para poderem recordar quantos feijões há agora em seu poder."
* Ao final de três rodadas, os alunos deverão decidir, por meio dos registros, quem é o vencedor, ou seja, quem juntou mais feijões mágicos.
* Após descobrirem o vencedor, os alunos contam juntos a quantidade de feijões em seu saquinho. A vitória só será válida se a quantidade de feijões marcada equivaler à quantidade colocada no saco,ou seja, se tiverem conseguido acertar a notação.




OBS: Que tal antes do jogo ler para os pequenos a história "João e o pé de feijão"? Com certeza eles ficarão muito mais animados na hora de jogar...

Neste link você encontra o varal da história:

http://alfabetizacaocefaproponteselacerda.blogspot.com.br/2013/01/varal-da-historia-joao-e-o-pe-de-feijao.html